Central de Marcação

de Consultas 24h
(51) 3230-2600
O que é hérnia? Nosso cirurgião geral tira suas dúvidas
A hérnia pode ocorrer em diferentes lugares do nosso corpo, mas é mais comum que seus casos ocorram na região abdominal. Ela acontece quando ocorre um defeito, como a formação de um orifício entre músculos do abdome, o que permite que uma parte do intestino, ou simplesmente um pouco de gordura se desloque através dele.
Tem dúvidas e curiosidades sobre a doença? Então confira as informações que o nosso cirurgião geral separou para você:

Quem tem mais chances de desenvolver hérnia?
Apesar de que pessoas de qualquer idade podem desenvolver uma hérnia, o problema é mais provável de ocorrer em alguns grupos específicos. Os homens, por exemplo, têm uma chance muito maior de desenvolver uma hérnia do que as mulheres. Estudos indicam que cerca de 25% dos homens irão sofrer uma hérnia inguinal ao longo da vida, enquanto somente 2% das mulheres irão desenvolver o problema.
Outro fator de risco está presente no histórico familiar, uma vez que aqueles que possuem casos de hérnias inguinais na família também possuem mais chances de desenvolver o problema. O histórico familiar não se restringe somente aos casos de hérnia na família, da mesma forma, a doença se torna mais provável quando existem registros de tabagismo, constipação crônica, doenças na próstata, pulmão, coração, ou no fígado.

Quais são os sintomas da hérnia inguinal?
No começo do quadro, os primeiros sinais da hérnia podem aparecer na forma de uma sensação de queimação na região em que ela se desenvolveu. Ao longo do dia, essa queimação pode começar como um pequeno incômodo, e se tornar maior e mais dolorosa com o passar das horas. É comum que esse sintoma desapareça quando estamos deitados.
Os demais sintomas da hérnia inguinal também envolvem dor e desconforto em regiões específicas do corpo, seja na própria região inguinal ou nos testículos. Essas dores costumam aparecer ao subir escadas, tossir, espirrar, ou realizar exercícios físicos.

Como é feito o diagnóstico?
Para identificar a hérnia inguinal é necessário somente o exame da região realizado pelo cirurgião. Ao identificar o problema durante esse exame, torna-se desnecessário realizar exames complementares para confirmar o diagnóstico.

Como é o tratamento?
O único tratamento eficaz para a hérnia inguinal é através do procedimento cirúrgico, que pode ser realizado de duas maneiras. A primeira delas é a cirurgia aberta tradicional, enquanto a outra é a videocirurgia, em ambos os casos é necessário utilizar a tela para reforço da área fragilizada.

Os cirurgiões do Centro Clinico Mãe de Deus estão a disposição para ajuda-lo a compreender todas as opções e decidir qual método cirúrgico é o mais adequado a cada paciente.
Clique Aqui e Consulte com um de nossos Cirurgiões.